segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Semana Mundial do Aleitamento Materno





Geração Gênesis Mamando no Peito!

Estamos vivenciando, desde o dia primeiro deste mês a 
Semana Mundial do Aleitamento Materno.
Ainda temos para hoje e amanhã algumas atividades promovidas pela Secretaria de Saúde do Recife. Uma programação especial para vivenciar este louvável movimento mundial. Debates com gestantes, palestras, exposições, oficinas e distribuição de brindes em várias unidades de saúde da rede municipal serão vivenciados até a próxima terça-feira;
Clique no link abaixo e veja a programação para os dias de hoje e amanhã:





Leia mais sobre esse lindo movimento mundial 
pela Sobrevivência Proteção e Desenvolvimento da Criança:


Semana Mundial de Aleitamento Materno - SMAM

A Semana Mundial de Aleitamento Materno faz parte de uma história mundial focada na Sobrevivência, Proteção e Desenvolvimento da Criança.
Desde sua criação em 1948 que a Organização Mundial de Saúde – OMS tem entre suas ações aquelas voltadas a saúde da criança, devido a grande preocupação com a mortalidade infantil. Em 1990, de um encontro organizado pela OMS e UNICEF resultou um documento adotado por organizações governamentais e não governamentais, assim como, por defensores da amamentação de vários países, entre eles o Brasil.

O documento chamado “Declaração de Innocenti” apresentou quatro objetivos operacionais:

• Estabelecer um comitê nacional de coordenação da amamentação;
• Implementar os "10 passos para o sucesso da amamentação" em todas as maternidades;
• Implementar o Código Internacional de Comercialização dos Substitutos do Leite Materno e todas as resoluções relevantes da Assembléia Mundial de Saúde;
• Adotar legislação que proteja a mulher que amamenta no trabalho.
Com o objetivo de seguir os compromissos assumidos pelos países com a assinatura do documento, foi fundada em 1991 a Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação – WABA. Essa Organização criou no ano de 1992 a Semana Mundial de Aleitamento Materno, para promover as metas da “Declaração de Innocenti”.

A Semana Mundial é considerada como veículo para promoção da amamentação. Ocorre em 120 Países e, oficialmente, é celebrada de 1 a 7 de agosto. A WABA define, a cada ano, o tema a ser trabalhado na Semana, lançando materiais que são traduzidos em 14 idiomas. Entretanto, a data e o tema podem ser adaptados em cada País a fim de que seja obtido mais e melhores resultados do evento.

No Brasil, o Ministério da Saúde coordena a Semana Mundial de Aleitamento Materno desde 1999. Sendo responsável pela adaptação do tema para o nosso País e elaboração e distribuição de cartaz e folder. Tem o apoio de Organismos Internacionais, Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, Sociedades de Classe e ONGs.

Fonte:

http://www.fiocruz.br/redeblh/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=377



quarta-feira, 11 de julho de 2012

GERAÇÃO GÊNESIS - JÚLIA E BENíCIO













http://www.facebook.com/photo.php?fbid=327987743960443&set=a.327985477294003.75522.292702480822303&type=1&theater

RODA DE CONVERSA - Agradecimento




Projeto Gênesis

Nesta quarta -feira dia 11, o Projeto Gênesis recebeu,

para uma roda de conversa,

O Dr. Artur Oscar Lima, (defensor público do estado) e a

Assistente Social Julyana (nossa voluntária),

 quando nossas gestantes receberam preciosas informações

sobre os Direitos da Família(Bolsa Família)

e a Lei Maria da Penha.

Agradecemos a ambos por proporcionar ao nosso grupo uma

tarde proveitosa e tão rica de informações,

sobre os programas e os serviços que o governo disponibiliza

para oferecer ajuda financeira e assistência judicial à família carente.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

A VIDA RENASCE - JOHNSON'S® baby




QUANDO NASCE UM BEBÊ...






Quando nasce um bebê,
nasce uma mãe
nasce a cumplicidade
nasce a delicadeza
a insegurança
nasce o diálogo
e a vontade de viver mais
quando nasce um bebê
a vida renasce

Quando nasce um bebê
nasce uma mãe
nasce um silêncio
nasce a saudade
o ciúme
nasce a amizade
quando nasce um bebê
a vida renasce






... Muito lindo isso...



terça-feira, 29 de maio de 2012

MAIS ISADORA CANTO... Cantando pra seu bebê II



EU ARRUMO TODO NOSSO LAR...
ME ARRUMO SÓ PRA TE ESPERAR





 ouça mais:





CONHEÇA O PROJETO ACALANTO 

FUNDADO EM 2005 POR ISADORA CANTO



clique:    http://www.projetoacalanto.com.br/




MAIS sobre ISADORA CANTO:





Isadora Canto
Nascida no Rio de Janeiro em 1975, estudou canto lírico na USP com Fernando Coutinho e canto popular com Regina Machado, Ná Ozzeti e Elizabeth Amin. Em sua experiência no exterior, teve aulas de canto e improvisação em Oregon sob acompanhamento de Miss Corder. Integrou o Sheldon Choir (1991 – 1992), assim como o coral da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre - OSPA (1994), o CORALUSP (1996 a 1998), grupo vocal Da Boca Pra Fora (1995), o qual apresentou-se em turnê pelo Rio Grande do Sul e grupo de Percussão Corporal Barbatuques. Em 1996, fez aulas de piano popular no CLAM e erudito no Conservatório Porto Alegre -RS onde lecionou violão.
Já se apresentou como cantora solo em cidades como Porto Alegre-RS, Rio de Janeiro, Paraty-RJ, São Paulo e interior paulista, também fazendo algumas apresentações na televisão como nos programas Domingão do Faustão e Jô Soares.  No Rio de Janeiro, fez a abertura do show de Paulo Moura. Foi responsável pela direção musical do piano bar Margarida Café em Paraty-RJ. Em 2001 formou-se em Música pela faculdade Santa Marcelina, como Bacharel em Canto Popular. Entre 2000 e 2006 lecionou aulas de canto em diversas escolas de São Paulo como Auê, Barulho Bom e Chromazonne. Em 2005 fundou o Projeto Acalanto de vivência musical para gestantes incluindo lançamento do CD “vida de Bebê”, lançado pela gravadora Azul Music.

INFORMAÇÕES:

CONSERVATÓRIO SOUZA LIMA: 

Fone: (11) 3884 - 9149
E-mail: souzalima@souzalima.com.br
Endereço: Rua José Maria Lisboa, 745 - Jardins - São Paulo - SP

Souza Lima Ensino de Música – Moema
Telefone: (11) 5093-9144

E-mail: souzalima@souzalima.com.br


Fonte:


http://www.souzalima.com.br/professores/isadora_canto.htm



ISADORA CANTO - RECONHECIMENTO - CANTANDO PRA SEU BEBÊ I



É COMO SE EU TIVESSE ESPERADO 
TODA VIDA PRA TE EMBALAR...




sábado, 26 de maio de 2012

DE REPENTE, MÃE... BY PRODUTORA FRAME



PORQUE DIA DAS MÃES É TODO DIA!!


video







Homenagem para o dia das mães, cada uma com sua particularidade porém todas o que prevalece é o amor incondicional.
Feliz dia das mães!
Depoimento real:
Luiza Abdalla, 21 anos
Anita Abdalla, 4 meses





sábado, 12 de maio de 2012

FELIZ DIA DAS MÃES!



Cartão do Dia da Mães da Paróquia de N.Sra.de Fátima de Boa Viagem - 2012

Foi uma surpresa agradável ver que no cartão oferecido as mães na Paróquia de N.Sra. de Fátima de Boa Viagem, foram agregadas imagens do nosso Projeto Gênesis;
Projeto que tem como maior objetivo, acolher as gestantes carentes, orientando-as
prática e espiritualmente para receber uma nova vida;
Filhos, presentes que trazem luz e nos ensinam o exercício do amor e da doação;
que dão um tom e um sentido maior a nossa existência...




Ao Pe. Bosco:


Em nome de todas as pessoas que fazem o Projeto Gênesis, incluindo , claro, todas as mães que passaram e ainda passarão por esta ação social, queremos registrar o nosso desejo de que a graça de Deus e Nossa Senhora, continue abençoando e permitindo a continuidade do nosso trabalho que vem sendo apoiado por esta paróquia, abraçando desde o princípio, esta iniciativa cristã. OBRIGADO!




Projeto Gênesis - Terapia Comunitária





Um pouco mais sobre os benefícios da Terapia Comunitária

“quando a boca cala os órgãos falam, quando a boca fala os órgãos saram”

A experiência da Terapia Comunitária é muito positiva. O Grupo Gênesis usa desta prática para discutir, sublimar e trocar vivências entre as gestantes; em uma terapia como essa todos saem ganhando. Os mediadores e orientadores da prática acabam por se "tocarem" e afirmam ser beneficiados pelas experiências ali vividas. É um momento de entrega, humildade, crescimento e muita generosidade; ajudar uns aos outros expondo nossas fragilidades...


A notícia abaixo refere-se a experiência de um grupo de pessoas que se propuseram a participar em uma Roda de Terapia Comunitária em um parque de São Paulo, sendo essa ação uma prática do lugar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Como funciona a roda da terapia...

Em uma roda de terapia comunitária qualquer um que sentir vontade pode falar, desabafar um incômodo, o que está lhe tirando o sono, mas é eleita uma questão apenas. A partir daí, as outras pessoas podem perguntar para compreender melhor o caso e compartilhar suas experiências. E, é a partir desse leque de relatos, que cada um vai tirando o que é proveitoso para sua experiência individual, para lidar melhor ou mudar de perspectiva em relação aos seus próprios problemas.
Neste contexto, os terapeutas comunitários atuam como mediadores. Procuram estimular a partilha de experiências de vida que promovam uma transformação e, ainda, valorizem o saber produzido pela vivência de cada um.

“O interessante é que ao escutar o outro falando muitas vezes a pessoa se dá conta de quantos recursos tem para a vida que não percebia. Essa troca resgata a autoestima das pessoas”, relata a psicóloga, doutora em psicologia clínica e terapeuta comunitária Marilene Grandesso, também coordenadora do polo de formação em terapia comunitária Interfaci.
De acordo com Marilene, ao ter seus saberes e competências reconhecidos, as pessoas se sentem mais fortes, mais capazes para enfrentar os desafios e as dificuldades da vida.



Alívio do sofrimento

Os benefícios, entretanto, variam de acordo com o grupo atendido, mas na maior parte das vezes há um sentimento comum; o alívio por desabafar.

Lucia M. S., de 39 anos, relatou um caso de conflito familiar sério em uma das rodas de terapia comunitária de São Paulo. Nem sua família, que mora no Piauí, sabe o que ela está passando. “Às vezes eu deito e penso o que será da minha vida, hoje mesmo cheguei aqui com muita angústia, e saio com mais força e coragem após ouvir o depoimento das pessoas”, conta. A filha de Lucia, Luana S. M, de 15 anos, também estava na roda e diz ter saído do encontro com mais coragem, força de vontade e com a certeza de que “nada é como a gente quer”.

Lucia não teve o tema eleito e, mesmo assim, pôde se beneficiar das histórias das pessoas. De acordo com Marilene, “vivemos nossas vidas de acordo com as histórias que construímos sobre as experiências vividas. A história dos outros faz com que revisitemos as nossas próprias histórias”. E isso pode trazer um novo ponto de vista e perspectiva da situação.
As vivências dos outros podem dar pistas de superação, às vezes ficamos tão focados no problema que não vemos mais solução.


Fonte:

http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2010/11/05/terapia-comunitaria-traz-alivio-ao-sofrimento-causado-por-conflitos-emocionais-e-familiares.htm

NO TEMPO DA PÁSCOA...





 “O Senhor esteja convosco” é: “Ele está no meio de nós!”



www.google.com


Fazemos mais uma trajetória acompanhando o Tempo da Páscoa. Uma das expressões que aparece sempre no meio dos cristãos quando diz: “O Senhor esteja convosco” é: “Ele está no meio de nós!”. Isto é um fato de fé, que vai além dos conhecimentos simplesmente racionais e científicos. É a presença de Alguém que passou pela experiência da morte e agora está vivo. Esta realidade da presença de Jesus Cristo foi provada e testemunhada pelos primeiros cristãos, pois o próprio Cristo comprovou sua identidade de ressuscitado aparecendo para os diversos grupos reunidos em seu nome. É o maior dado da fé, fundamentado nas palavras dos textos bíblicos, com destaque especial nos Atos dos Apóstolos e escritos do Novo Testamento. Acreditar na presença viva de Cristo implica consequências para as comunidades cristãs. Uma delas é estar diuturnamente alimentando sua fé. Não basta que ela seja dom de Deus, recebida no batismo, mas tem que ser trabalhada e atualizada na prática dos relacionamentos, na partilha e na solidariedade. Além disto, a fé em Cristo vivo e presente tem que ser transformadora da sociedade. A ressurreição de Cristo não exclui o lado humano, mas isto é assumido por Ele de forma determinada. Sua divindade foi caminho de resgate e de elevação de toda a humanidade, dando possibilidade às pessoas de participar da vida divina. Entendemos isto como um processo de transformação e de ascensão na atuação e na vida comunitária. O dom da vida divina passa a ser uma conquista a partir da decisão e da atuação concreta de cada pessoa na construção do Reino de Deus.Tomé não estava presente no grupo dos apóstolos quando Jesus ali aparece como ressuscitado. Ele não quis acreditar, exigindo ver para crer. Esta é atitude de uma sociedade de marca positivista, que só acredita naquilo que pode ser tocado e comprovado pelos sentidos. Mas Cristo revida dizendo “felizes aqueles que acreditam sem ter visto”. Logicamente que isto supõe atitude de abandono nas palavras de Deus e na convicção de fé.
D.Paulo Arcebispo de Uberaba/MG e Administrador Diocesano de São José do Rio Preto




sábado, 25 de fevereiro de 2012

MARIA VAI NA FRENTE... Abrindo estradas e caminhos...




AVE CHEIA DE GRAÇA, AVE CHEIA DE AMOR...

(N. Sra. da Piedade)




Senhor,
Eu sei que me conheces e sabes dos meus problemas.
Eu sei que me acompanhas mesmo quando eu me perco.
Eu se que quando tudo me falta o Senhor está comigo.
Eu sei que Tu me deste uma mãe, Maria.
A tua mãe é a minha mãe.
Maria, na simplicidade de sua presença, nunca esteve ausente. 

Nos momentos em que a angústia atormentava 
as celebrações da vida, ela soube reconhecer e interceder.
Por isso eu peço, ó Mãe, intercede por mim.
Quando o vinho acabar, intercede por mim.
Quando alguma coisa faltar, intercede por mim.
Quando eu me perder, intercede por mim.
Quando eu pecar, intercede por mim.
Quando eu deixar de amar, intercede por mim.
Obrigado Senhor pela Mãe que nos deste,
É mais uma prova de Teu imenso amor.
Cuida de nós.



(Oração do livro Ágape de Pe. Marcelo Rossi)




---------------------------------------------------------------------





A VIRGEM MARIA

Desde os primeiros séculos, os cristãos têm dedicado especial reverência à Virgem Maria, Mãe de Jesus Cristo.
As primeiras representações iconográficas da Virgem Maria são as encontradas nas catacumbas romanas representando a Virgem Orante, ou seja , sozinha, em pé e de braços abertos. Também há representações suas em cenas retiradas da Bíblia ou dos Evangelhos Apócrifos. Com as resoluções do Concílio de Éfeso, condenando o nestorianismo*, houve um grande incentivo ao culto da Virgem Maria, destacando-se o seu papel de Mãe de Deus (Θεοτοκος). Desde então, as representações da Virgem com o Menino Jesus, foram se tornando cada vez mais comuns.

A devoção dos povos foi criando uma série de invocações, pelas quais estes mesmos povos devotavam sua devoção à Mãe de Deus. Estas invocações, conforme sua origem, podem ser de três naturezas:

• Litúrgica: 
compreende as invocações criadas pela Igreja e estão relacionadas ás comemorações litúrgicas.

• Histórica:
compreende, de modo abrangente, as invocações surgidas ao longo da história do cristianismo, referindo-se, geralmente, aos lugares onde determinado culto da Virgem Maria foi iniciado.

• Popular:
compreende as invocações surgidas da devoção popular, conforme as necessidades.
Diz a tradição que as primeiras imagens da Virgem Maria, sejam as pinturas das catacumbas, sejam os ícones e mosaicos bizantinos, foram baseados no ’’Retrato da Virgem’’, pintado por São Lucas(vale uma pesquisa). Quanto à representação iconográfica, ela se baseia nas fases da vida de Maria:

• Infância
• Imaculada Conceição
• Encarnação do Verbo de Deus
• Maternidade
• Paixão de seu Filho
• Glorificação


Veneração a Maria


Na Igreja há dois tipos de culto o de latria e o de dulia. O culto de latria (λατρεια) é o culto de adoração, prestado somente a Deus, como supremo Senhor de toda vida e de todo o universo, confessando que absolutamente tudo depende dele.

O culto de dulia (δουλεια) é o culto de veneração, prestado aos santos e, estando a Virgem Maria acima de todos na corte celeste, é-lhe prestado um culto especial de veneração, chamado hiperdulia (‘υπερδουλεια).

A Mariologia, instituída como uma das bases da fé Católica Romana, fez surgir ao longo dos tempos, diversas formas de devoção àquela que chamam de Nossa Senhora, com diversas denominações.
Invocada por suas denominações, a veneração a Maria é responsável pela multiplicidade de nuances em seu caráter, que é admirado em aspectos parciais.



*nestorianismo - doutrina religiosa  dos nestorianos - Membros de uma seita religiosa importante no séc. V. Os nestorianos seguiam os ensinamentos de Nestório, bispo de Constantinopla. Acreditavam que Jesus unia em si duas pessoas: o Verbo e o homem. Mas estas duas pessoas eram tão unidas que quase podiam ser encaradas como uma única. A doutrina nestoriana não reconhece Maria como mãe de Deus. Ensina que ela deu à luz um homem que foi o instrumento da divindade, mas não era a própria divindade.





--------------------------------------


COM MARIA EM ORAÇÃO


www.google.com



AVE MARIA e o ROSÁRIO


A Ave Maria é uma antífona.
Ou seja um trecho biblico entoado pelo padre e depois é respondido pelo povo com a invocação da maternidade de Maria.
Assim sendo os primeiros versos tem como autor São Lucas e seu Evangelho, ou Anjo que a saudou e Isabel que a proclamou “mater dominus meum”.
“O Rosário da Virgem Maria,” foi se formando gradualmente , pelo sopro do Espirito Santo, no segundo Milênio, e se consagrando como a oração predileta dos santos e um dos tesouros devocionais da nossa fé.
É gratuito.

Não há uma data precisa sobre a origem do Rosário. Em linhas gerais, remonta já os primeiros séculos da Igreja primitiva e foi tomando forma nos mosteiros católicos até o século 10, quando inciou expansão mais acentuada. O Rosário de 150 ave-marias, teria originado-se a partir de relatos populares de um monge que costumava rezá-lo desta forma e, o nome “terço” popularizou-se por representar, como o nome diz, a terça parte do total das 150 ave-marias, ou propriamente do Rosário. Vale lembrar que, a segunda parte da Ave-Maria (“Santa Maria, Mãe de Deus”), foi introduzida na oração por ocasião da vitória sobre a heresia nestoriana, deflagrada no ano de 429. O bispo Nestório, Patriarca de Constantinopla, afirmava ser Maria mãe de Jesus e não Mãe de Deus. O episódio tomou feições tão sérias que culminou no Concílio de Éfeso convocado pelo Papa Celestino I. Sob a presidência de São Cirilo (Patricarca de Alexandria), a heresia foi condenada e Nestório, recusando a aceitar a decisão do conselho, acabou sendo excomungado.
Conta-se que no dia de encerramento do Concílio, onde os Padres Conciliares exaltaram as virtudes e as prerrogativas especiais da VIRGEM MARIA, o Santo Padre Celestino ajoelhou-se diante da assembléia e saudou Nossa Senhora, dizendo: “SANTA MARIA, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.” Na continuidade dos anos, esta saudação foi unida àquela que o Arcanjo Gabriel fez a Maria, conforme o Evangelho de Jesus segundo São Lucas 1,26-38 “Ave cheia de graça, o Senhor está contigo!” e também, a outra saudação que Isabel fez a Maria, para auxiliá-la durante os últimos três meses de sua gravidez: “Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre.” (Lucas1, 42) Estas três saudações deram origem a AVE MARIA.
A difusão e posterior expansão do Rosário a Igreja atribui à São Domingos de Gusmão (século XII), conhecido como o “Apóstolo do Rosário”, cuja devoção propagou aos católicos como arma contra o pecado e contra a heresia albigense , que assolava Toulouse (França)


 


O terço que consiste em 50 ave-marias intercaladas por 10 padre-nossos se mantém desde o pontificado do Papa Pio V (1566-1572), que deu a forma definitiva ao terço que conhecemos hoje (O Papa era religioso da Ordem de São Domingos). Quanto às meditações, ressaltamos, porém, que até o ano de 2002, cada Rosário, que era composto de três terços (150 ave-marias) passou a ser composto de quatro terços (portanto, 200 ave-marias no total). Foi quando o Papa João Paulo II inseriu aos mistérios existentes ( gozosos, dolorosos e gloriosos), os mistérios “luminosos” que retratam a vida pública de Jesus.
O Papa João Paulo II, devototíssimo de Nossa Senhora e talvez um dos maiores Papas marianos da história, inaugurou uma nova era de devoção a Maria, dando especial atenção à forma física e contemplativa do Rosário ao inserir a meditação desta importante fase da vida de Jesus, ou seja, a contemplação dos mistérios luminosos.
A devoção ao Santo Rosário sempre foi renovada e enaltecida Romanos Pontífices, como vemos na vida dos Papas e na história da Igreja. Grande tesouro de fé, em síntese, guarda assim as meditações dos mistérios.







Mulher e Mãe, SIM!











Por: Lilian

Você vai ler aqui pensamentos que muitas mães têm e sofrem por tê-los - mesmo que por milésimos de segundos. Basta um flash dessas coisas em nossa cabeça que, pronto! A culpa se instala e nos faz sentir mal.

A Olívia foi a coisa mais maravilhosa que aconteceu na minha vida. Não consigo mais imaginar minha vida sem ela. Sem seu sorriso, seu jeito todo “despachado” e até seu chorinho nas madrugadas...eu não conseguiria viver.

Só que tem hora que bate uma saudade da vida de antes....Bate uma saudade de ser só mulher e viver vida de casal sem hora para dormir, sem hora para acordar, sem hora para chegar em casa...
Bate uma invejinha (ôooooooooo se bate) das pessoas que usam e abusam da sua "avulsice" e podem fazer happy hour depois do trabalho, podem ocupar suas 24h como bem entendem, podem ser profissionais mais presentes porque não precisam sair às 18h00...
Todo mundo fala do trabalho que dá ter um filho, mas a dimensão mesmo você só tem vivendo a experiência. É tanta doação, tanta entrega...

Se eu penso que minha vida era mais fácil antes? Sim, penso. Se eu me arrependo? Não. Nem um pouco. Sabe por que não? Porque com um filho, nasce também o maior amor do mundo. Esse amor é tão grande que te faz vencer qualquer instinto menos iluminado, qualquer sentimento conflitante.

Uma vez, ouvi que um filho faz com que nos tornemos pessoas melhores. Hoje eu entendo o verdadeiro sentido dessa frase. Somente por um filho, somos capazes de vencer nosso lado sombra, dia a dia. Só esse amor pode nos faz vencer o egoísmo, o orgulho e a vaidade - as mazelas da alma.




www.google.com


-----------------------------------------------------------------












Todas as emoções e sentimentos que fazem parte do universo 
da condição Mulher/MÃE podem ser vivenciados 
em depoimentos escritos no BLOG mulheremae.com.br.


Originário de um canal de TV chamado MULHER E MÃE - o primeiro criado
com esse foco na mulher que se torna mãe - abre espaço para a criação de uma rede de relacionamentos entre elas.


Faça parte também desta rede. Você vai poder entender e compartilhar os medos, os sonhos, as alegrias... Enfim, esse "mar de emoções" que envolve a mulher em sua aventura corajosa e
cheia a amor que é a de "ser mãe".


Nem tudo pode parecer com a sua realidade, mas o AMOR, em todas as suas expressões, é  humano... É um sentimento único e cabe em todo e qualquer lugar...


Para fazer parte dessa rede acesse:


http://www.mulheremae.com.br/